domingo, 15 de janeiro de 2012

Tu sabes como por um nó na cabeça duma rapariga, tens noção? Mas esquece, eu não vou ceder. Fui sempre eu que cedi em todos os casos, mas acredita não vou facilitar desta vez. Posso esperar que fiques bem, mas enquanto isso não acontece, vê lá se começas a ficar igual, porque honestamente, acho que tenho algo para te admitir. 

9 comentários:

Anônimo disse...

oh doce, sinto-me tão frágil neste momento

Anônimo disse...

é tanta coisa junta, que venho a acumular há imenso tempo, e dava tudo para esquecer

bruni disse...

obriga, e isto esta bonito!

Izza Shocks. disse...

tem calma :s

Anônimo disse...

pode curar, mas desta vez não está a fazer muito efeito. uns dizem que a culpa é minha, outros que não e eu sinto que em algumas coisas tive, mas noutras não. mas caramba, às vezes dou tudo por tudo por uma amizade e acabo quase sempre por a perder. e a pior parte disto é a solidão mesmo

Anônimo disse...

eu assumi a minha culpa, é pena que nem todos façam o mesmo, percebes doce? e está no passado, onde eu tenho que deixar ficar. eu sei que não princesa, mas por vezes sinto-me mesmo numa espécie de quarto escuro sem ninguém.

joana disse...

ainda bem :)

Anônimo disse...

e quando já é a segunda vez que isto acontece com a mesma pessoa? eu tenho é que ser forte e esquecer tudo isto. começar de novo, um novo capítulo sem olhar para trás

Anônimo disse...

é o que eu vou fazer e eu não esqueço, acredita. obrigada por tudo doce