quarta-feira, 14 de março de 2012

Como ninguém

O facto de alguém te irritar profundamente num minuto, e no segundo a seguir te abraçar ou beijar, é amor. É só esse facto. Não sei quem me vai ouvir, mas acredita, só preciso que oiças tu. És o meu ponto de abrigo, e quando me calo é porque consinto, tu bem sabes. O meu feitio agora parece que entrelaça no teu... Não faz sentido. Ou... Querer dizer... Nós os dois não fazemos sentidos. É isso que faz de ti, essa pessoa impossível mas que eu era capaz de ter sempre ao meu lado. Temos as nossas fases e os nossos gritos, mas o nosso beijo mudo, e as nossas palavras por olhares, curam a ferida que criamos entre os dois. Amo-te como ninguém.

7 comentários:

humana inconsciente disse...

LINDOOO

Ana Margarida disse...

Oh querida, o amor é assim :) completamos sempre quem achamos impossível de completar.

disse...

obrigada doce

Mel disse...

obrigado princesa

letícia santos disse...

mesmo! muito obrigada! :)

AvoGI disse...

enquanto assim for é muito bom
kis :=) BFSEMANA

humana inconsciente disse...

thank you my baby<3