sábado, 29 de março de 2014

a minha droga



Aquela chama íntegra queimava-me o coração e a alma solenemente... E o sentimento de gozo e de prazer que os meus olhos transbordavam, faziam-me sentir viva e desperta, num mundo tão pleno e flutuante. Todo aquele momento de desabafo á minha pequena droga, serviram para me libertar; serviram para que eu caísse redonda nos lençóis sem pensar, e o mais provável, é que esse tão ilimitado e inconsciente pensamento me influencie a continuar... Que me motive a esse ímane sedutor e ao seu efeito voador.

2 comentários:

nês disse...

É tão bom poder sentir algo assim tão tentador que nos provoque uma felicidade enorme... Aproveita bem!

Bernardo disse...

gostei :D