quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Não entendo porquê tanta frieza para com tanta gente. Mas afinal, eu ainda me pergunto, nestes dias a que tu chamas de mau humor matinal, como conseguiste mudar assim, da noite para o dia. Como é possivel mudares para esse coração gélido, que faz vibrar dentro dos outros. Até daqui se sente essa dor! Mas não mostres dessa maneira. Não és nenhuma fraca, e tens sentimento sim. Mas não te tornes uma pedra, e um coração de ferro, porque assim é deveras dificil para todos aqueles que te querem bem e que te querem limpar essa mágoa que tanto sentes. Eu pelo menos, já não suporto. Já não suporto ver-te dessa maneira, e muito menos olhar para ti e pensar que tens esse teu mundo destruido em pedacinhos por um estúpido passado magoado. Com isto só te quero dizer, que não podes nem deves mudar por quem não mudou por ti, por quem não fez o minimo por ti. És a minha melhor amiga, mesmo que nao me mandes mensagens quinhentas vezes ao dia, ou nao me ligares durante dois dias. Eu continuo a saber que nunca te esqueces de mim, tal como eu também nunca me esqueço de ti. Amo-te Catarina, sabes bem.

4 comentários:

SofiaSilva. disse...

sim, eu sei princesa.

Sara Martins disse...

Obrigada amor!

sophia disse...

gostei do texto querida.
obrigada meu doce, obrigada mesmo :)

carina disse...

oh obrigada, obrigada:))