sábado, 22 de outubro de 2011

22


Já viste como o tempo passou? Eu nem dei por ele. Tu deste? Aposto que também não. Não sei mesmo o que se passou conosco, não sei porquê que não lutamos os dois para que neste momento ainda pudessemos festejar o nosso ano. Infelizmente, desiludi-te, a ti, e ao teu coração. Mas o pior é que não foi só o teu que ficou ferido ou desiludido. Acredita que provavelmente o meu está bem pior neste momento. Gostava que as coisas tivesse resultado doutra maneira, que tivessemos agidos bem ou mal nas alturas certas, que nos tivessemos apoiado mais nos últimos tempos que nos uniamos. Mas sempre ouvi dizer que quem tudo quer, tudo perde. Eu perdi por medo. Talvez eu devia ser muito fácil para ti, e é verdade, tu tinhas-me nas mãos. Eu venerava-te, eu amava-te (amo) como ninguém, e faria qualquer coisa para o teu bem-estar, o nosso bem-estar fosse a minha prioridade. Sentia a necessidade de proteger aqueles que amava, e a ti eu poderia por um cristal para não te partiram. Eu faria demais. Por ti. Tu sabes que no fundo nós vamos ter uma sensação diferente um com o outro, tu sabes que no fundo vamos estar sempre ligados, independentemente onde for. Com isto quero dizer que após 6 meses e meio separados, eu permaneco firme á espera. Como também já ouvi: Quem espera sempre alcança. Não digo que não dói esperar e ser paciente, e tu sabes que não sou de esperar durante muito tempo. Para tu veres como consegues ser uma excepção na minha vida, e só fico porque sei que foi verdadeiro. E aquilo que realmente foi nosso nunca se vai para sempre. Tenho saudades tuas. E nunca te esqueças... Muito mais é aquilo que nos une, daquilo que nos separa. 22.

24 comentários:

Francisca. disse...

força*

Soraia Loureiro disse...

o amor e a melhor coisa princesa *

sophia disse...

obrigada meu doce. muita força princesa!

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

se é assim, tenho a certeza que tudo voltará à normalidade (:

sigo*

sophia disse...

e eu estarei aqui para ta dar, sempre que precisares ternura :)

sophia disse...

eu sei que não, mas ao menos acalma-a um pouco e dá-te um sorriso ao receberes palavras doces e verdadeiras :)

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

sim, acho e sabes porquê? porque pelo menos a meu ver, neste texto dás a entender um passado feliz, e se valeu a pena, porque não pode ser recuperado?

JoanaChambelAndré disse...

força!
vou seguir :)

joanarocha disse...

Muito obrigada Mariana <3

JoanaChambelAndré disse...

de nada (:

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

se é assim, então não duvides de que as coisas poderão mesmo ser recuperadas. se o consegues mudar apenas com um olhar, é porque causas muita diferença na vida dele.

Sofia disse...

muito obrigada *-*

Soraia Loureiro disse...

pois eu sei princesa. mas porque dizes isso ? estas triste com o amor ?

sophia disse...

ainda bem meu doce e não tens que agradecer, somos uma família aqui no mundinho da blogosfera :')

SofiaSilva. disse...

Talvez assim, este fingimento todo, me leve à verdadeira felicidade. É mais fácil fingir, ah! e ninguém repara meu amor, ninguém repara.

felicidade (in)constante disse...

sigo (':
força, vais ver que quando menos esperares alguém vai aparecer na tua vida, e fazer-te tanto ou mais feliz quanto essa pessoa do teu passado!

rv* disse...

eu sei mary,parece que estamos na mesma situação hein?Temos de ser fortes meu amor,se escolhemos lutar ao menos que seja até ao fim ;D
sempre que precisares,já sabes<3

JoanaProença disse...

eu sei, mas sabes? ás vezes ha dias assim , n sei porque nem nada disso. sao dias simplesmente. mas obrigada minha querida $:

Soraia Loureiro disse...

é complicado s: ja falaste com ele minha princesa ?

Catarina de Sousa disse...

Muita força :) (adoro o blog!)

Soraia Loureiro disse...

nao te vais enganar princesa, nao tens que agradecer estou aqui para tudo

JoanaProença disse...

Obrigada minha querida. é o que vou tentar fazer <3

Catarina de Sousa disse...

oh, de nada :p

manuela * disse...

não tens nada que agradecer Mariana. Reparo nessa "ironia" toda, acredita. Eu estarei sempre aqui, para tudo, mesmo tudo. Eu ponho-me no lugar dos outros, e entendo, é demasiado difícil.
e mais uma vez, não precisas de agradecer <3