domingo, 10 de junho de 2012

sometimes


Ás vezes não é uma questão de sentirmos falta, mas sim sentirmos o aperto no coração e corroí. Fácil falar, não é? Tão fácil dizer que não dói e simplesmente sorrir. Meter os fones nos ouvidos e flutuar, pensar no horizonte e tentar acalmar a angústia da rotina. Estamos afim dos nossos segredos, não temos nada a perder, mas o suor não pode ser só meu, as lágrimas e sorrisos não podem ser só meus. Não posso fingir ser o bloco de gelo, e ser de ferro. Não posso fingir ser uma pessoa que não sou. Por isso, não deixes que isto se vá. Faz acreditar que é possível mais uma vez.

4 comentários:

Ana Margarida disse...

Têm ambos de puxar a corda do amor.

humana inconsciente disse...

estou aqui babe, vai tudo correr bem <3

catarina disse...

não vai bé, o que é verdadeiro permanece

Maria disse...

Porque há coisas que são mais fortes e nós nunca sabemos fingir sentimentos...não so verdadeiros...Bjinho