sexta-feira, 5 de outubro de 2012

nunca duvides

Desculpa-me por ouvires as minhas intrigas a todo o tempo, mas em concreto és a melhor pessoa que eu conheço. Embirro contigo a torto e a direito, eu sei, mas perdoa-me por ser assim. Sou fria e a moleza foi abandonando o meu corpo há medida do tempo. Não penses que me esqueço, nunca. Não quero que me vejas dessa maneira, quero que me vejas como a tua caixinha de segredos. Como tu és a minha. E que haja só pessoas como tu, ou tantas com as tuas qualidades, e por momentos até teus defeitos. Adoro-te tanto miúdo. E nunca duvides que és o meu melhor amigo.

4 comentários:

protectora disse...

QUERO UM TEXTO PARA MIM TRENGA!!:)
ly<3

Aurora disse...

Que lindo <3

Algo Estranho... Alguém Diferente! disse...

preserva essa amizade, vale a pena :)

Aurora disse...

Não tens de quê <3