sexta-feira, 30 de novembro de 2012

infinitos

E sem dúvida... O silêncio do nosso beijo. E não dos nossos. Somos unidos e pertencemos um ao outro tal como o mar pertence á praia, tal como a Lua pertence á noite. Somos transparentes como a água e flutuamos por cima dela sem nos mergulharmos em demasia. Mostramos a fraqueza e o indiferente aos ocorrentes. Expressamos o que demais escasso existe. União de que nos definirá eternamente. 
Sem definição, torna-se um dos problemas mais frequentes neste momento, é muito mais que amor, porque sem dúvida começa a ser banal dizer-to. (Infinitos meu anjo).

12 comentários:

Aurora disse...

Gostei princesa

Cláudia Ribeiro * disse...

O primeiro amor, nunca se esquece, não é? Ainda para mais, vendo-o, todos os dias. Pensei ter encontrado outro alguém que me fizesse feliz mas não consigo. Estou presa ao passado. Muito obrigada ♥

Aurora disse...

Obrigada princesa

C. disse...

Está tãoo doce!

Beijinhos e felicidade

little marie. disse...

"Somos transparentes como a água e flutuamos por cima dela sem nos mergulharmos em demasia." - LINDO!

disse...

está uma doçura, adorei

C. disse...

De nada fofinha

claire disse...

"Somos transparentes como a água e flutuamos por cima dela sem nos mergulharmos em demasia" isto esta qualquer coisa

daniela disse...

está lindíssimo, retratas muito bem a realidade.

daniela disse...

de nada, fofinha!

humana inconsciente disse...

acredita bebe

little marie. disse...

Posso saber porque te identificaste com o meu texto?